Disciplina para as crianças

Fortalecer o físico, a mente e o espírito de forma integrada. Estes são os principais objetivos do judô. Arte marcial muito apreciada, hoje é também um esporte olímpico que ajuda a desenvolver técnicas de defesa pessoal. Oferecido em diversas escolas, especialmente na educação infantil e nos anos iniciais do ensino fundamental, o esporte tem grande participação dos meninos.

Culturalmente é assim, judô para eles e balé para elas. Mas é importante que se saiba, que o esporte é fundamentalmente oferecido para os meninos em função de serem mais agitados, terem menor poder de concentração, e especialmente, terem menos respeito a autoridades. Atualmente, a autoridade não é mais automática por parte das crianças com os adultos. Além de todos os benefícios já citados, o judô acaba despertando a potencialidade em muitas crianças que se dedicam e coloca o Brasil bastante bem nas competições internacionais nesse esporte.

Inicialmente o judô, pretende desenvolver o respeito a hierarquia, a capacidade de cair, e os fundamentos dos principais golpes e contragolpes ensinados pelo professor (sansey). O judô é um esporte de contato, ou seja, as crianças se pegam, o professor pega as crianças, derruba, rola com eles sempre no limite do respeito e cuidado pelas diferenças de peso e tamanho.

Apesar de bastante apreciado, com o advento dos desenhos e games de lutas, com nomes e poderes especiais as crianças confundem um pouco, o que torna mais importante que se mantenha a disciplina, organização e determinação nos fundamentos e diferenças que tem o judô com os demais tipos de lutas, o que as vezes leva as crianças a não entenderem direito que não tem superpoderes. Educação é isso.

Ademar Batista Pereira – Presidente do Sinepe/PR.

Print Friendly, PDF & Email
This entry was posted in Artigos. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *