Lula, o líder!

Toda vez que brindo peço saúde ao Lula e a Dilma. As pessoas ao meu redor sempre se negam a brindar ou reagem dizendo: “você está de brincadeira!”. No imaginário popular vale aquela maxima: aos maus a morte e aos bons a vida eterna. Porém, na minha visão, todos devemos viver bastante, especialmente, os líderes para que sejam julgados pela história, pois caso morram cedo podem tornar-se mitos, mesmo não tendo contribuído para a melhoria do país.

Como educador sei que temos líderes positivos e negativos. Os positivos são aqueles que aproveitam as oportunidades para avançar, pensam no coletivo, respeitam as pessoas e por essas características sempre são agentes de grandes mudanças. Quando assumem funções importantes como a regência de um país, tem espírito público, pensam na história e levam em consideração esse julgamento, pois a história será impiedosa.

Por outro lado temos os líderes negativos, que com as mesmas habilidades, são egocêntricos, perniciosos e, em geral, lideram uma quadrilha. São líderes para os quais os fins justificam os meios. Nessa categoria está ‘nosso líder’ Luiz Inácio Lula da Silva, um sujeito que perdeu a dupla oportunidade de se tornar um mito.

A primeira seria perceber que seria julgado pela história e enfrentar sua natureza, pois com sua grande inteligência em muitos momentos teve esse insight. Mas nosso líder não aproveitou, deixou se levar pela ganância, certeza de impunidade e crédito na sua capacidade de mentir e enganar que o fez chegar até ali.

A outra seria ter percebido seus erros e se deixar ter sido vencido pelo câncer de garganta. Assim entraria para o imaginário popular e não pagaria o preço do julgamento de seus atos. Essa alternativa seria impensável para um indivíduo com as características de um grande líder negativo, pois ele não percebe que será julgado pela história, seu egoísmo não deixa.

Nosso líder perdeu a oportunidade de ser julgado como um grande estadista. Mesmo eu – que nunca votei nele – torci para que lutasse contra a sua natureza e como um estadista fizesse as mudanças que precisávamos, como a reforma política, fiscal e trabalhista. Com essas reformas, hoje teríamos um país melhor, mais justo e democrático. Independentemente de ser julgado, condenado e até preso para pagar seus crimes, vivendo bastante terá que enfrentar a história.

Pior que a roubalheira do nosso ali-babá e seus 40 mil ladrões foi a incompetência da gestão da maior carga tributária do mundo, incompetência na gestão das empresas públicas brasileiras, como a Petrobras que em apenas 10 anos saiu de uma empresa moderna, competitividade e dinâmica para uma sucata velha, aparelhada com uma dívida maior que sua capacidade.

Apesar de muito grande essas perdas, podemos trabalhar e pagar. Mas, pior que isso foi perdermos a moral, o mérito. Paramos de acreditar que a luta compensa e o crime não, relativizaram a corrupção, a violência, criaram e cultivaram a síndrome do coitadinho, onde o vagabundo, o folgado, o ladrão, o drogado, o que não se esforça tem mais direito do que aquele que trabalha e mantem suas contas em dia.

Mas por que brindo também para a presidente Dilma? Se ela não é líder é o poste escolhido para manter o poder dessa quadrilha, pois ela também teve a oportunidade de perceber e lutar contra sua natureza de poste, mas ela não percebeu que poste é teimoso, você buzina e mesmo assim ele não sai da frente. Por isso será julgada pela história como um bom poste. Por essas e por outras, um brinde pela saúde do Lula e da Dilma.

Ademar Batista Pereira – educador, membro da comitiva estadual do Partido Verde (PV-PR) e articulista do blog esominhaopiniao.com.br.

Print Friendly, PDF & Email
This entry was posted in Artigos. Bookmark the permalink.

9 Responses to Lula, o líder!

  1. Alex Grigolli says:

    Saudações a todos, gostaria de ter aqueles emoticons de aplausos para postar aqui, parabéns Ademar pela descrição exata do nosso governo nesses 13anos de lambanças.

  2. Siegrid says:

    Boa noite Sr Ademar…
    Quero parabeniza-lo pela bela explanação de suas idéias referentes as duas personalidades à cima .Concordo plenamente e de agora em diante também brindarei à saúde dos mesmos,para que nós BRASILEIROS possamos ver a justiça ser feita,nosso belo país ter de novo a moral,os valores, o respeito à família restituídas.
    att Siegrid.

  3. Fátima Turano says:

    Ademar,
    Você está se superando! Esse artigo ficou fan-tás-ti-co !!!!!!!!!
    Parabéns !
    Fátima Turano

  4. Renata Marcondes says:

    Oi Ademar,
    Como sempre, excelente o texto “Lula, o líder”!
    Queria sua autorização para compartilhar no Facebook.
    Tenha uma boa semana!

    Renata Marcondes

  5. Marc Coloma says:

    Então meu nobre Ademar, brindemos!

  6. Newton Andrade says:

    Boa tarde professor!

    Ótimo texto. A partir de hoje brindarei pelos 2 também!

    Abs.

    Newton Andrade
    Escola Genial

  7. Vanessa says:

    Fato!!!

    E quando o nosso filho pergunta, mamãe quem é esse Lula que vai ser preso??? Ele matou alguém???
    Minha resposta pior que matar, ele roubou muito de muita gente..

  8. Edison says:

    Parabéns Ademar, e vamos brindar também ao FHC, ao Serra, ao Aécio, ao Figueiredo e todo o generalato que deixou o país em excelente condição de continuar crescendo, ao ACM, e três hurras para o seu ídolo favorito, vitima de todas as vítimas o Grande Carlos Alberto Richa, alias, um brinde também ao Papito do Beto, José Richa, e ao grande tucano Álvaro Dias(já tava na hora de o Paraná ter o seu candidato a presidência da República).

    Abraços, Edison.

    P.S. os brindes ao Lula só valem se forem com pinga de garrafa plástica, com champagne importado não vale, eheheheheheh….

  9. Antonio Amélio Martins says:

    Espero ser contemplado mais vezes com seus inteligentes comentários.
    Um grande abraço e reforço minha admiração pela sua pessoa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *